You are here

Os Verdes na COP-21

Começa nesta segunda em Paris, a 21a. Conferência das Partes do Protocolo de Kyoto. Com a presença de 147 chefes de Estado e Governo do planeta, esse promete ser o maior e mais decisivo encontro para o combate à crise climática e onde será assinado um novo acordo global com o objetivo de reduzir as emissões globais e evitar que a temperatura global não aumente muito mais que 2oC até o fim do século XXI.

O problema é que com as metas apresentadas pelos países-membros até agora (as chamadas INDC - sigla em inglês para Contribuições Nacionalmente Determinadas Pretendidas) a previsão continua sendo do aumento de 2,7o, 3oC ou mais, acima dos níveis pré-industriais. Esse aumento seria catastrófico para o Planeta, como demonstra a simulação abaixo do que aconteceria com Recife e Rio de Janeiro em 2100:

simulaaquec-pe.jpgsimulaaquec-rj.jpg

fonte: http://sealevel.climatecentral.org/

Está claro que as metas apresentadas até o momento não são capazes de dar conta das consequências da crise climática. A Global Greens (organização que reúne mais 80 partidos verdes pelo mundo) defende uma meta de não mais que 1,5oC e um processo rigoroso e transparente de ajustes anuais nos INDCs.

Outras propostas dos Verdes para a COP-21 são:

  • Avançar no fundo de ajuda aos países mais vulneráveis às mudanças climáticas. Os verdes defendem o cumprimento da meta dos países mais ricos de dispor US$ 100 bilhões por ano para conter e mitigar os efeitos da crise climática.

  • Os verdes defendem a completa descarbonização da economia global até 2050, com a progressiva substituição dos combustíveis fósseis por fontes renováveis. A energia nuclear não pode ser considerada  limpa.

  • Investir financeiramente na proteção das florestas e biomas ameaçados, envolvendo as comunidades locais e as populações tradicionais no processo.

A crise climática é a maior ameaça do momento, mas também uma excelente oportunidade para repensarmos a forma como vivemos, de forma socialmente justa e dentro dos limites ecológicos. Nós verdes, enxergamos nesse histórico encontro, a chance de dar uma resposta contundente à crise climática, e construir um caminho mais seguro para o planeta.  

----------------------------------------

FABIANO CARNEVALE é Secretário de Relações Internacionais do Partido Verde, Co-Presidente da Federação dos Partidos Verdes das Américas e Delegado oficial da Global Greens na COP-21.

Portfolios: